Como simplificar a tua vida

Já te ocorreu alguma vez pensamentos sobre “como posso eu simplificar a minha vida? Viver com um propósito maior? Por onde começar?”

Talvez seja uma área que te interessa ou, por outro lado, nunca pensaste sobre isso, mas a realidade é que num mundo como o nosso onde tudo gira à volta do consumismo e de estar ocupado, por vezes é necessário repensar a nossa forma de vida. Com isso em mente, hoje partilho 15 pequenas formas para simplificares a tua vida.

Guarda todos os documentos importantes num único lugar.

Também já precisaste de aceder a um documento para enviar e não sabias onde o tinhas? Ou precisavas do comprovativo de uma compra? A verdade é que ainda há muitos documentos de alta importância que continuamos a necessitar mais do que uma vez e por mais que pareça apelativo apenas em algum sítio, prometo-te que vai facilitar-te muito mais se os guardares todos no mesmo local.

Sem nada para vestir? Faz um portfólio de looks.

Acredito que qualquer mulher se sentiu representada pela expressão “não tenho nada para vestir” pelo menos uma vez na vida. Se és alguém que se sente assim com frequência dá uso ao teu telemóvel e cria um portfólio de looks, cada vez que usares algo tira um foto e guarda num álbum próprio na tua galeria ou podes sempre optar por apps com este intuito, como Closet+.

Concentra-te em 3 tarefas diárias.

Todos nós temos perfeita noção da quantidade de tarefas que necessitamos realizar num dia, mas, por vezes, acabamos por não conseguir fazer nada de tão carregados que nos sentimos. Da próxima vez que isto te acontecer, tenta olhar para a tua lista de tarefas e pensar “de todas quais são as 3 fundamentais de eu fazer para diminuir a minha carga e stress nos próximos dias?”.

Foca-te numa coisa de cada vez.

Muitas vezes temos tendência a querer despachar o máximo de coisas possíveis para nos sentirmos livres, mas a verdade é que o nosso cérebro não foi feito para se conseguir concentrar em mais do que uma coisa de cada vez. Por isso, tenta planear o teu tempo para que possas trabalhar com foco e sair a ganhar.

Planeia o teu jantar antecipadamente.

Quando falo em jantar refiro-me na verdade àquela refeição que tens total certeza que realizas em casa. Eu tenho aulas sempre a coincidir com o horário de almoço e reconheço que muitas vezes me desleixo, por essa mesma razão. Para tentar melhorar um pouco a minha alimentação tento planear refeições saudáveis e fáceis para o fim do dia.

Mantém os objetos que sempre levas quando sais num mesmo sítio.

Durante muito tempo eu perdia tempo demais à procura das chaves, da carteira e tudo mais quando precisava sair de casa e o resultado? Perder aquele autocarro que chegava mesmo a horas. Há alguns meses decidi dar uso às taças de cristal que a minha mãe tinha arrumadas e fazer delas o local onde quando chego a casa ponho todos os objetos que irei necessitaria depois. O ponto positivo é que agora com esta pandemia isto me garante que aqueles objetos não contaminam qualquer outra coisa.

Tira 10 minutos por dia para limpar.

Há quem goste de limpar e quem limpe para procrastinar, eu sou o segundo caso. Mas por mais que possa parecer aborrecido é muito mais fácil chegares ao final do teu dia e tirares uns minutos para limpares a secretária ou a cozinha do que acordar no dia seguinte e ver aquela bagunça que tira logo qualquer motivação à pessoa.

Mantém um rasto dos teus gastos financeiros.

Como alguém que ainda depende dos rendimentos dos pais devo dizer que, por vezes, a minha mãe diz que eu penso demais nos meus gastos, mas a verdade é que detesto ver dinheiro a ir para coisas à toa só porque me apeteceu ou apenas a desaparecer sem eu entender porquê. Por essas razões eu tento manter uma lista com as minhas despesas e compreender se os gastos são mesmo por necessidade ou foi um mês em que eu basicamente vivi de comida de restaurante.

Desliga as notificações que não são essenciais.

Somos seres que vivem colados aos dispositivos tecnológicos e a verdade é que, por vezes, apenas por vício ou por algo novo ter surgido nas notificações que nem era assim tão importante. Se queres ser mais produtivo(a) desliga as notificações que não te são fundamentais sejam de jogos ou alguma rede social.

Encontra tempo para relaxar.

A nossa sociedade é cada vez mais centrada nos estar ocupados, ser produtivos, mas para a nossa saúde mental também é importante deixar-mos tempo para nós próprios, fazer coisas que gostemos, estar com quem nos é próximo ou apenas fazer nada.

Limita os teus objetivos.

Tal como com as tarefas diárias também quando se trata de objetivos menos é mais. Se tentarmos fazer tudo ao mesmo tempo é muito provável que acabemos sem conseguir conquistar nada, por isso limita o teu foco ou o tempo que dedicas a cada um para tirares o melhor proveito.

Planeia o teu dia na noite anterior.

Tens muitas coisas que necessitam de ser feitas? Gostas de dormir mais um pouco? Ou apenas não gostas de tomar decisões de manhã? A melhor solução é dares uso à tua noite e aproveitar para planear o que necessitas realmente de fazer no dia seguinte e talvez algumas coisas que facilitem o começo do teu dia como a tua mala ou escolher a tua roupa.

Usa as tuas rotinas para a tua saúde.

Com dificuldade em gerir a tua vida e acabas por deixar a tua saúde para segundo plano? Seja planeada à nossa maneira ou por instinto todos temos rotinas matinais e noturnas, as quais podem ser as tuas melhores amigas no que toca a conseguir garantir os teus hábitos saudáveis.

Cria um dia dedicado à tua administração pessoal.

Sem ser necessário um dia completo tenta encontrar um espaço na tua rotina que te permita organizar a tua vida. Sabes aquelas tarefas pequenas e que sempre adias? Usa esta altura para as conquistar. Usa também este tempo para compreender como estão os teus objetivos, planear um pouco os próximos dias para que possas acima de tudo descansar.

Unfollow tudo o que não te faça sentir bem.

Já alguma vez pensaste que, por vezes, nós seguimos celebridades ou apenas trends porque todo o mundo o faz, mas acaba por nos estar a fazer mal? Sim, podemos gostar imenso de algo, mas isso não implica que ta coisa nos faça sentir bem o tempo todo e é totalmente normal deixar de ver algo em prol da nossa saúde.

Publicado por Tânia

Licenciada em Sociologia e estudante de mestrado em Jornalismo. Apaixonada por tudo o que implique o mundo e livros.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: