BTS 2020: Como preparar o novo ano

Para começar bem esta série de volta às aulas decidi compartilhar convosco algumas das coisas que eu tenho andado ou, pelo menos, tentado fazer para conseguir iniciar o ano letivo com o pé direito. Sendo que isto têm sido coisas que me têm acalmado um pouco relativamente ao nervosismo que é ainda não saber como lidar com todas as mudanças que já foram sendo colocadas e todas as que se vão juntar devido ao que se passa na nossa atualidade.

Ajustar o ciclo de sono.

Começamos com aquela parte maravilhosa e que é, sem sombra de dúvida, a mais complicada para mim. Quem me conhece sabe duas coisas sobre mim:

  1. eu durmo normalmente bem mais do que é habitual para a maioria das pessoas. as minhas 16 horas de sono falam por si.
  2. férias = dormir às 5h da manhã para mim.

O meu sono fica completamente arruinado cada vez que eu venho de férias, durmo demais, tenho energia a horas completamente aleatórias e vejo demasiadas séries e dramas sem olhar que horas são. Conclusão, preciso de, pelo menos, duas semanas para conseguir criar um horário minimamente razoável para não estar a cair de podre na primeira semana de aulas.

Escolher o formato para apontamentos.

Relativamente, aos apontamentos sinto que é necessário pensarmos de maneira diferente para cada disciplina. Podes ser uma pessoa de cadernos, dossiê ou até que adora fazer apontamentos digitalmente, mas todos sabemos que isso nem sempre é possível. Tenta adaptar o teu formato de organização ao teu caso específico como estudante e às tuas diferentes aulas.

P.s: Tem em conta que se não souberes ainda como as aulas funcionam, tenta não implementar logo um formato específico, visto que pode necessitar de mudar.

Instalar recursos para melhorar a produtividade.

Como eu adoro uma boa app ou extensão que tem por objetivo ajudar com a minha produtividade. Para este ano, sinto que já preparei as minhas tendo instalado o quizlet para estudar vocabulário e conceitos que necessite saber a definição, a forest para não cair na tentação de me distrair e ainda poder garantir que sou produtiva sem esquecer as minhas pausas, a dualess que permite dividir mais facilmente o ecrã, já que, por alguma razão sempre que tento pôr janelas lado a lado pelo meu computador tenho de as ajustar porque nunca ficam com tamanhos normais e o weava que permite sublinhar websites e pdfs, tal como criar anotações e organizar tudo por pastas, para que o que pertence a cada parte de um projeto fique no seu lugar e seja de fácil acesso.

Criar ou atualizar o currículo.

E tu podes pensar: “isto não faz sentido para mim de momento” e a verdade é que pode não ser uma atividade necessária para todos, mas o ano passado eu necessitei de entregar o meu currículo quando me candidatei ao núcleo de estudantes do meu curso e acabou por ser algo construído à última da hora. E este ano, eu vou necessitar novamente de o apresentar e é mesmo muito importante que ele tenha um ar profissional, logo porque não aproveitar os últimos dias de férias e criar um e assim quando chegar a altura ele está pronto e belo para apresentar. E sabes o que isso significa? Não há stress de última hora!

Fazer uma lista de objetivos.

Eu sinto que criar objetivos se tornou assim o meu passatempo favorito porque eu arranjo pretexto para criar objetivos em qualquer altura, mas a verdade é que para mim o início de um novo ano letivo é quase como o ano novo. Merece ser celebrado e ver-nos dedicados a eles, por isso eu costumo criar 2 a 3 objetivos por semestre relacionados tanto com académicos como com pessoal, pois não nos podemos esquecer que continuamos a ser pessoas e somos mais que resultados, a nossa saúde também deve ser cuidada.

Limpar e criar um “workspace”.

Não sei se estão todos tão perdidos quanto eu no que toca a entender como vai decorrer o ano letivo, mas segundo o que soube pela minha universidade é que será um formato híbrido de certa forma e, por isso, acho ainda mais importante criar um espaço inteiramente dedicado aos estudos. Se já tiveres, limpa-o e organiza-o porque podes ainda não o ter feito ou dá-lhe um novo visual para este ano, se gostares tanto de decoração quanto eu.

Criação dos sistemas organizacionais.

Pegando no meu caso, o objetivo vai ser um sistema organizacional geral que eu não necessitarei de decidir porque irei manter o meu bullet journal visto que já o utilizo há 4 ou 5 anos e não sinto qualquer necessidade de mudar, apesar disso pretendo ainda no sentido de organizar a minha vida tentar criar um plano que me permita gerir melhor os estudos com os meus hobbies, algo que acabo sempre por deixar um pouco de lado por sentir que não consigo gerir o meu tempo para tudo.

Outro sistema que, normalmente, crio e atualizo todos os anos é o meu sistema de organização digital visto que os trabalhos finais são nesse formato, tal como grande parte se não totalidade do material que recebo e o semestre passado até as minhas notas acabaram por ser maioritariamente digitais, pelo que acho fundamentalmente criar um sistema que permita um fácil acesso a qualquer documento sem ficar minutos desnecessários a abrir pastas ou ficheiros por não estarem nomeados ou guardados corretamente.

Publicado por Tânia

Licenciada em Sociologia e estudante de mestrado em Jornalismo. Apaixonada por tudo o que implique o mundo e livros.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: