Aulas online: 12 dicas para seguir.

Neste momento com o mundo em quarentena a solução para grande parte das escolas e universidades é aproveitarem os recursos online para prosseguir com os estudos. Tenho a perfeita noção de que nem todos estão nesta situação e que existem muitos casos em que as aulas foram suspensas, mas mesmo nesses casos espero que não deixem de se manter ocupados e talvez aprender.

Decidi partilhar algumas dicas, após uma semana de aulas em plataformas online que sei que é pouco, mas sempre dá para aprender alguma coisa convosco.

Mantém uma rotina.

Nem sempre é fácil ter uma rotina igual para todos os dias da semana e sei disso já que os meus horários de aulas são por toda a parte, mas para o nosso bem psicológico mesmo estando presos em casa devemos aproveitar para manter a nossa rotina que tinhamos diariamente ou até criarmos uma nova para que os dias não sejam apenas algo que vai passando sem darmos por eles ou que se tornem numa uma fonte de stress. Não façam como eu que, na semana passada, achei que seria uma brilhante ideia já que nem de casa tinha que sair acordar 5 minutos antes das aulas, pois era só levantar e ligar o computador. A realidade é que o computador vai abaixo e demora para ligar mais tempo do que nós imaginamos. Para além que não são os 5 minutos acordada que me vão preparar mentalmente para as horas consecutivas de aulas e muito menos para estar concentrada nas mesmas.

Prepara-te.

Na sequência do anterior, eu sei o quanto é aconchegante e dá vontade de ficar todo o dia nos nossos pijamas, mas uma forma de enganar o nosso cérebro e permitir que ele entre em modo trabalho é ter uma rotina como teríamos fora de casa. Por isso, lava essa cara, os dentes, veste algo confortável, mas que usarias caso fosses sair, penteia-te e prometo que o incentivo para começar é outro.

Cria um espaço designado para trabalho.

Nem todos temos um monte de espaço nas nossas casas que nos permita fazer grandes separações entre espaço de trabalho ou estudo e lazer, mas por favor saiam da vossa cama. Não só vos posso prometer que nunca irão ser produtivos na mesma, como há quem diga que ganhar esse hábito pode prejudicar o nosso sono visto que o nosso cérebro deixa de saber distinguir se é um espaço para descansar ou trabalhar. Transformem as vossas secretárias no vosso local de trabalho exclusivo, ou aquele canto da mesa de jantar da sala que só é usada três vezes por mês para comer e o resto para acumular roupa passada.

Elimina distrações.

Oh os nossos queridos e fiéis telemóveis, se em sala de aula eles já são um martírio imaginem no nosso lar aconchegante. Se forem como eu que não consegue estar concentrada em qualquer dispositivo sem perder a concentração tentem arranjar forma de eliminar o maior número possível de distrações. Guardem o telemóvel numa gaveta longe de vocês, coloquem-o no silêncio ou em modo voo ou utilizem tanto para telemóvel como para computador o que a nossa era digital nos oferece: apps e extensões que permitem bloquear distrações durante certos períodos de tempo como o cold turkey ou o forest.

Gerencia o teu tempo.

Não importa se é através de um planner, do google calendar, de uma simples folha de papel ou de um buller jornal é importante encontrares uma forma que te permita manter em dia com todas as tarefas que tens que cumprir tal como entregas e avaliações que estão por vir.

Entrega os trabalhos cedo.

Esta dica não é só para quando estamos a trabalhar em casa, mas é impossível não a mencionar. Por favor, se tens uma entrega não a deixes para a última, porque de acordo com a Lei de Murphy se algo pode correr mal, correrá no pior momento possível e acho que já todos aprendemos essa lição uma vez ou outra.

Comunicação.

Por favor, comunica com os teus professores sobre qualquer coisa que esteja a correr mal. É verdade que estamos em casa e é menos uma desculpa para chegar atrasados ou não ir às aulas, mas nós não conseguimos controlar tudo. Informa-os se estás com problemas na internet, é algo que me está sempre a acontecer, se não consegues assistir à aula porque também trabalhas a partir de casa ou se estás com algum problema familiar. Eles só te podem ajudar se souberem o que se passa, se não serás apenas mais um aluno que não tem vontade de comparecer.

Comparece às aulas.

Como eu já disse antes, agora é só ligares o telemóvel ou o computador para compareceres nas tuas aulas por isso, por favor, vai e de corpo e alma. Não sei quanto a outras plataformas, mas o zoom que é a plataforma utilizada pela minha universidade permite que os professores retirem mesmo depois de uma reunião acabar o equivalente a uma folha de presenças, ou seja, se eles quiserem saber se estiveste presente eles irão saber.

Mantém-te em contacto com os teus colegas.

Nós estamos em modo distância social, mas isso não é razão para nos isolarmos completamente e não falarmos com ninguém. Seja através de mensagens, e-mails ou mesmo videochamadas cria um sistema de suporte entre colegas que te vai ajudar não só a ti como a eles a tirar dúvidas entre vocês e a perceber melhor as coisas. É uma altura em que necessitamos acima de tudo de ser uns para os outros.

Faz pausas.

Aquela dica cliché, mas que mesmo na nossa rotina habitual deveria estar inserida. Faz pausas, nós estamos a passar mais do que nunca todo o tempo do nosso dia em casa, por isso não deixes que o “necessito de estudar e trabalhar” ou o “agora não tenho desculpas para não ser produtivo” te consumam. Mantém uma rotina o mais saudável possível, dá-te tempo para relaxar, para te mexeres, para apanhar ar nem que seja através da janela.

Sê realista.

Agora que os nossos métodos de trabalho são totalmente via digital é necessário darmos um passo atrás e perguntarnos se o que estamos a fazer é realmente trabalho e estudo, se realmente estamos concentrados ou apenas estamos a dar presença e a não ligar realmente.

Não faças o que não farias na universidade.

Aplicável também para quem está a trabalhar por casa, quando estás em modo de estudo ou de trabalho não ganhes a tendência a fazer outras tarefas que possam aparecer. É importante conseguir manter a casa limpa ou o nosso projeto secundário em ordem, mas por isso no meio do teu campo de trabalho mesmo estando em casa continua a ser procrastinar.

Publicado por Tânia

Licenciada em Sociologia e estudante de mestrado em Jornalismo. Apaixonada por tudo o que implique o mundo e livros.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: